abril 11, 2006


AMANHECER - Acordar num fundeadouro desconhecido e saborear o silêncio do crepúsculo matutino é uma das definições de felicidade!

8 comentários:

António Cândido disse...

Isto é um nojo. Sempre que vejo estas fotos do Julio, olho para o calendário e suspiro pelo tempo que ainda falta... depois olho pela janela e fico com duvidas existenciais!
Como dizia um amigo nosso cá do Norte, qualquer dia largo esta caca toda e ponho-me a andar.

Um abraço, parabéns pela foto, até se sente o cheiro da manhã

BLUE MOON I disse...

Não podia estar mais de acordo com os dois; Isto é um nojo, e uma das minhas definições de felicidade é a do J.Quirino também.

ortega disse...

Que tal: Acordar o silêncio da felicidade ao saborear um desconhecido matutino num qualquer fundeadouro!

ortega disse...

Que tal acordar o silêncio da felicidade ao sabor de um desconhecido matutino num qualquer fundeadouro

WOOLOOMOOLOO disse...

Quando Agosto chegar, eu cantarei...

PARDAL

Sailor Girl disse...

Quando Agosto chegar, se deus quizer e a policia deixar, estaremos todos nas ilhas de bruma a malhar uns gins no café sport e a pintar uns murais no cais da horta.
à propos, amigo quirino, não quer fazer um esboço para o painel do veronique, o ais lindo veleiro do mundo, quiçá o mais lindo de aveiro?

Julio Quirino disse...

Com todo o prazer! O Veronique merece. Tem é que me dar as dimensões aproximadas e explicar-me essa história do painel. Tenho a impressão que sei para o que é, mas confesso que não tenho a certeza...

José Nuno Guerra disse...

Um sonho que se poderá tornar num modo de vida... Muitos conseguem-no, outros tentam e muitos outros ficam-se por terra. Os meus desejos que todos os que aqui comentaram esta foto, o consigam...